logo

Investir na especialização de enfermeiros obstétricos garante excelência no parto humanizado

“Para mudar o mundo, primeiro é preciso mudar a forma de nascer”. Mais do que uma citação, a célebre frase do médico obstetra francês Michel Odent, reforça a importância do  parto humanizado;  um ato de coragem e empoderamento, uma maneira de resgatar a natureza do nascimento.

É com foco no serviço humanizado de excelência, que a Secretaria de Estado da Saúde continua a investir na qualificação da equipe de enfermagem do Tocantins, que participa nesta segunda-feira, 5, do III Seminário de Aprimoramento da enfermagem Obstétrica do Tocantins.

Segundo a diretora do Hospital e Maternidade Dona Regina, Débora Petry, todos os plantões do Hospital, contam com atuação da enfermagem obstétrica e a capacitação garante o empoderamento de enfermeiros para aplicarem boas práticas desde o trabalho de parto ao nascimento. “Isso se reflete no dia-a-dia do nosso trabalho, pois somos um Hospital que busca o parto humanizado seja ele normal ou cesárea, quando necessário”, disse.

Ainda de acordo com diretora, Palmas é referência para o Brasil. “Fazemos parte do Ápice On, um projeto de Aprimoramento e Inovação no Cuidado e Ensino em Obstetrícia e Neonatologia. Por meio dele, participamos de encontros com a presença de 96 maternidades de todo o País. É possível afirmar que somos exemplo em enfermagem obstétrica e boas práticas e vamos continuar investindo”, pontuou.

Naturalidade e respeito

Para a enfermeira coordenadora do setor de pré-parto do Dona Regina, Luiza Cuba, investir na qualificação da equipe representou um grande avanço desde o número de profissionais qualificados na equipe até a qualidade no serviço de assistência desde a entrada até a alta da mãe e filho.

Luiza explica que a proposta do parto humanizado é realizar menos intervenções possíveis, oferecer à mãe, meios naturais, sempre respeitando a mulher como protagonista do seu parto, tornando o ambiente mais acolhedor, proporcionando segurança à mãe e ao bebê.

“Somos importantes neste processo de mudança na forma de nascer.Trabalhar com enfermagem obstétrica representa um jeito novo de olhar o mundo. É um momento único, em que temos a oportunidade de fazer a diferença na vida da mãe e do bebê, durante um momento que ficará marcado como a forma que veio ao mundo, e isso, eles levam por toda a vida”, finalizou a enfermeira.

Divina Amaral

Divina Amaral - Vice Diretora do Portal do Amaral – E-mail: [email protected] - Tel. (63)

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.
error: Conteúdo protegido!!