logo

Gurupi está há 4 dias sem obstetra e grávidas são transferidas a outra cidade

Hospital Regional de Gurupi atende mulheres de 17 cidades da região sul do estado. Pelo menos nove pacientes foram transferidas para Palmas, segundo o Ministério Público.

O Hospital Regional de Gurupi, no sul do estado, está há quatro dias sem médico obstetra. Por isso, o Estado está descumprindo uma decisão da Justiça para que a escala de médicos fosse normalizada imediatamente na unidade. Segundo o Ministério Público várias pacientes que procuraram atendimento nos dias 27, 28, 29 e 30 de novembro foram mandadas de volta para sua casa.

A unidade recebe grávidas de 17 cidades da região sul do estado e são realizados em média sete partos por dia. Ainda segundo o MPE, nove pacientes com quadro mais urgente foram transferidas em ambulância para Palmas, a 230 quilômetros de Gurupi.

O Ministério Público pediu na Justiça que o Estado cumpra a decisão de regularizar a escala de médicos durante 24h por dia. Essa sentença é do dia 10 de agosto deste ano.

Outro lado

A Secretaria de Estado da Saúde disse que o hospital possuiu 9 médicos obstetras e vem buscando novos profissionais para completar a escala de plantões. “Ressalta ainda que tem negociado plantões extras com os médicos da Unidade e que o coordenador da obstetrícia está dando todo o suporte necessário às pacientes.”

Ainda segundo a secretaria, existem médicos suficientes para atender a demanda e se for necessários “as pacientes grávidas serão transferidas para o Hospital Materno Infantil Tia Dedé [Porto Nacional] e em casos de alta complexidade para o Hospital Maternidade Dona Regina [Em Palmas]”.

 

Deixe o seu comentário abaixo

 

Jonas Amaral

Jonas Amaral – RP Nº: 911 – DRT / TO – Diretor Geral e Editor Chefe do Portal do Amaral – E-Mail: [email protected] – Tel. (63) 98471-7540 / 99975-7227

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.