logo

Governo realiza monitoramento de qualidade nas 30 bacias hidrográficas do Tocantins

Para acompanhar a qualidade da água dos corpos hídricos do Tocantins, a Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) realiza campanha de monitoramento que será composta de quatro ações por semestre em 2017, com o objetivo de cobrir as 30 bacias hidrográficas do estado. A campanha foi iniciada pela bacia do Rio Formoso, onde o trabalho foi executado na semana passada, e segue nesta quinta-feira, 16, para as bacias dos rios Balsa e Sono, ambos localizados na região sudeste do Tocantins.

A coleta é realizada pela sonda multiparâmetros, que medirá seis critérios: oxigênio dissolvido, condutividade, PH, turbidez, temperatura da água, temperatura do ar e simultaneamente a vazão, por meio das 30 Plataformas de Coletas de Dados (PCD’s) instaladas no ano passado.  Com isso, o Governo do Tocantins agrega mais um serviço ao planejamento que já havia sendo executado, com a inspeção da qualidade associada à quantidade de vazão de água, via PCD’s.

O diretor de Planejamento e Gestão de Recursos Hídricos da Semarh, Aldo Azevedo, destacou que o projeto será executado em cinco anos, por intermédio de um convênio firmado com a Agência Nacional de Águas (ANA), no valor de R$ 1.166.000. “A gestão de água só pode ser planejada e realizada com dados. E é isso que estamos fazendo coletando informações para implantar o Sistema Estadual de Informações de Recursos Hídricos, além de subsidiar o banco de dados da ANA”, esclareceu.

As informações coletadas também estarão disponíveis no Boletim de Hidrometeorologia emitido diariamente pela Semarh, no endereço eletrônico www.semarh.to.gov.br. “Os dados servirão para analisarmos qual bacia está sendo mais utilizada, qual está com índice de poluição e então realizar planejamentos e intervenções com eficiência”, explicou Aldo Azevedo.

Convênio

A Agência Nacional de Águas firmou acordo que estabelece repasse de R$ 1,16 milhão à Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Tocantins até dezembro de 2021. O repasse será feito no âmbito do Programa de Estímulo à Divulgação de Dados de Qualidade de Água (Qualiágua), como premiação pelo cumprimento das metas de monitoramento e divulgação de dados de qualidade da água.

O acordo tem vigência de 60 meses, ou seja, encerra-se em 12 de dezembro de 2021. Os recursos serão repassados duas vezes a cada 12 meses, mediante o cumprimento das metas de monitoramento e divulgação de dados.

Fonte:
Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.