logo

header-ad

Gasolina chega a R$ 5 em Mateiros por causa de problemas em rodovia

A dificuldade de acesso à cidade revolta os moradores. Estrada dá acesso ao Jalapão, principal ponto turístico do Tocantins.

A rodovia que dá acesso ao Jalapão, um dos principais pontos turísticos do Tocantins, está cheia de buracos e atoleiros. O trecho da TO-255 que liga o município de Ponte Alta do Tocantins a Mateiros não é asfaltado e, de acordo com moradores, nem mesmo os veículos de grande porte conseguem passar. O problema reflete no preço dos produtos, a gasolina chega a R$ 5 no município.

Os moradores do município também reclamam das condições da rodovia que geram muitos problemas para a população. A professora Késia Naves mora em Matreiros há 15 anos e afirma que os produtos estão muito caros por causa da dificuldade que os comerciantes encontram para chegar até a cidade.

“Nós estamos pagando o preço das estradas. O tomate chega a custar R$ 11 o quilo. E quando reclamamos os comerciantes sempre relatam as dificuldades que eles passam nas estradas”, informou.

O proprietário de um posto de gasolina da cidade, que preferiu não se identificar, informou que a gasolina custa R$ 5. Segundo ele, a gasolina é comprada na capital, que fica a cerca de 300 km de Mateiros, e o produto demora cerca de nove horas para chegar até a cidade.

“A viagem dura, em média, quatro horas quando a rodovia está em condições normais. Mas nesse período de chuva gastamos o dobro do tempo”, informou Késia.

A secretária de saúde de Mateiros, Daniela Tavares, informou que uma das ambulâncias do município fundiu o motor por causa do desgaste ao trafegar pela TO-255. “As mulheres grávidas estão realizando o parto dentro da ambulância a caminho de Ponte Alta”, relatou.

Em nota, a Agência Tocantinense de Transpostes e Obras (Agetoc) informou que, os responsáveis pela área de Porto Nacional estão com a programação para fazer trabalhos paliativos no trecho de Ponte Alta à Mateiros até o final de fevereiro.

Sobre o trecho até o Jalapão, o órgão disse que está realizando um estudo no solo para posteriormente fazer um pavimento ecológico na região. E que está elaborando um processo de licitação com proposta de pavimentação asfáltica em locais que suportam este tipo de pavimento (Lagoa do Tocantins/Cachoeira da Velha/São Félix/Mateiros).

___

Parceiros:

Par_02

Fonte:
Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.