logo

Escolas de Bandeirante e Colinas do Tocantins realizam palestras para distribuição de mais de 2500 livros didáticos

A Escola Estadual Arcelino Francisco do Nascimento, em Bandeirante do Tocantins, recebeu novos livros didáticos que foram distribuídos entre os alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental nesta quinta-feira, 16. Ao todo, foram entregues 2.343 livros para os 284 alunos que estudam do 6º ano do ensino fundamental à 3ª série do ensino médio.

Os alunos receberam os livros didáticos durante uma reunião que contou com a presença dos pais e corpo técnico da unidade escolar. Na ocasião, foi realizada uma palestra sobre a conservação e a importância do uso do livro, além do uso do uniforme, o Regimento Escolar e a nova estrutura curricular.

De acordo com o diretor Eduardo Tavares Júnior, os livros têm validade de três anos e são uma importante ferramenta de apoio para o ensino e a aprendizagem. “O aluno encontra nele as informações necessárias que servem para auxiliar no desempenho dos estudos, exercendo um papel significativo na difusão do hábito pela leitura. Assim incentivamos nossos alunos a utilizar, zelar e cuidar bem dos seus livros ajudando a conservar para que nos anos posteriores outros alunos venham também a se beneficiar desse suporte de suma importância para a aprendizagem e o desenvolvimento deles”, completou.

Para muitas crianças, o livro didático é a porta de entrada ao mundo das letras, da escrita e da leitura. Segundo a professora Michelle Duarte Pereira, ao longo de dois séculos, quando começaram a ser produzidos no Brasil, os primeiros livros didáticos passaram por inúmeras transformações visando acompanhar as novas dinâmicas em sala de aula.

“Percebe-se que as imagens ilustradas nos livros foram escolhidas para enriquecer os textos. O livro didático cumpre um papel de grande importância. Na medida em que é um elemento que está presente em sala de aula, auxilia, promovendo o contato do aluno com o conhecimento, possibilitando a compreensão da realidade que o cerca”, pontuou.

Aos 13 anos de idade, Gabriela Maria Carvalho Martins cursa o 9º ano do ensino fundamental na Escola Estadual Arcelino Francisco do Nascimento. Para ela, o cuidado com os livros didáticos deve ser cotidiano. “Com o livro temos acesso à cultura e a assuntos relacionados à aula, ele abre portas para o hábito da leitura e conhecimento. Por isso devemos cuidar e conservar o livro didático”, completou.

Arcelino Francisco do NascimentoColinas

No município de Colinas, a Escola Paroquial Nossa Senhora Aparecida, conveniada à rede estadual de educação, também realizou, na última quarta-feira, 15, uma palestra para pais e alunos sobre a importância da conservação e bom uso dos livros didáticos. Durante o evento, assim como na escola de Bandeirante, também foram distribuídos livros para os 130 alunos do 4º e do 5º ano do ensino fundamental.

A professora Dinoan Batista do Nascimento leciona para a turma do 5º ano do Ensino Fundamental e destaca a importância da participação de todos para o bom uso dos livros na escola. “É um momento em que pais participam ativamente da vida de seus filhos e se engajam, inclusive no cotidiano escolar. Esta comunicação ativa, frequente, sensata e sincera é muito importante quando se trata de educação, pois educação se faz com parceria entre família e escola”, concluiu.

Dia do livro didático

O Dia Nacional do Livro Didático é comemorado anualmente em 27 de fevereiro, no Brasil. Desde 1985, o Brasil mantém o Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), que fornece todos os livros didáticos para os alunos das redes públicas de ensino de todo o país.

Fonte:
Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.