logo

Endividamento chega a 71,8%, maior resultado desde abril de 2016

O primeiro mês de 2017 alcançou o maior resultado no número de famílias palmenses endividadas desde abril do ano passado, com 71,8%. Os dados foram apurados por meio da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) em parceria com a Fecomércio Tocantins.

Em relação a dezembro, houve crescimento de 3,2% no nível de endividados em Palmas. Já na comparação anual, o aumento foi de 2,5% (janeiro/2016 – 69,3%). “Vários fatores podem ter influenciado neste resultado, como as compras no período natalino, viagens de fim de ano e aquisição de material escolar, por exemplo”, comentou o presidente do Sistema Fecomércio Tocantins, Itelvino Pisoni.

Resultados

A PEIC revelou que o cartão de crédito continua sendo o protagonista no orçamento do palmense, sendo o principal tipo de dívida para 74,1% das famílias, seguido dos financiamentos de automóveis (26,7%) e dos carnês (26,2%).

Do total de endividados, 14,6% disseram ter contas em atraso e 0,3% afirmam que não terão como quitá-las. O tempo médio de pagamento das contas atrasadas é de 54,4 dias e o período de comprometimento com dívidas é de 8,6 meses. Sobre a renda mensal, os palmenses alegaram que até 32,7% do total está destinado à cobertura das contas.

Fonte:
Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.