logo

Educadores e alunos destacam importância do Saeto para a rede estadual de ensino do Tocantins

Mais de 42 mil estudantes da rede estadual participam do primeiro dia de aplicação das provas do Sistema de Avaliação do Estado do Tocantins (Saeto), elaborado pela Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc). Nesta quinta-feira, 21, são aplicadas as provas de Língua Portuguesa e Matemática para alunos do 2º, 5º e 9º ano do ensino fundamental e também para os alunos dos anos finais do ensino médio: 3ª série regular e integral, 3º período da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e da 4ª série do médio integrado.

A avaliação diagnóstica visa analisar a qualidade do ensino e da aprendizagem na rede estadual para implementação de melhorias na rede, além de direcionar os currículos escolares em conformidade com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Em Palmas, no Centro de Ensino Médio Castro Alves, as provas tiveram início às 9h50, após o intervalo, conforme explica a diretora Loyde dos Santos. “São duas horas de aplicação de prova para todas as sete turmas de 3ª série que a escola atende. Logo depois do intervalo, os estudantes retornaram para as salas para a realização da avaliação. Foi uma manhã tranquila, com participação significativa dos estudantes”, pontuou.

Já para o diretor Givanildo Ferreira Bento, do Colegio Estadual Dom Alano Marie Du Noday, a aplicação das provas é um momento importante desenvolvido pela Seduc. “Os estudantes estão engajados na realização da prova e isso é positivo, pois o Saeto é uma ferramenta importante para diagnosticar a aprendizagem e exige mesmo essa dedicação dos estudantes”, explicou.

A estudante Sofia Dallet, da 3ª série do Colegio Estadual Dom Alano, fez a prova e falou da importância de ter dedicação na hora da prova. “É importante mostrar que estamos aprendendo, pois a avaliação serve para a Secretaria ter conhecimento dos nossos pontos positivos e negativos. Devemos mostrar o que sabemos”, afirmou.

Em Paraíso, as escolas jurisdicionas à Diretoria Regional de Educação, os estudantes também participaram das avaliações, que ocorreram normalmente.

Conforme Delúbya Melo de Moraes, diretora d Centro de Ensino Médio José Alves de Assis, o trabalho coletivo permite maior participação dos estudantes no processo avaliativo. “Avaliar é um desafio. Para superar isso, unimos forças. Construímos, juntamente com a diretora regional de Educação, Mayrivane Teixeira Arraes, e todas as unidades escolares, estratégias para envolver os servidores, os alunos e as famílias, com a finalidade de alcançar o maior número de participantes no processo de avaliação, para alcançarmos o sucesso no desempenho dos estudantes, que são o foco principal do trabalho”, pontuou.

A titular da Seduc, professora Adriana Aguiar, explica que o Saeto vai além da aplicação das provas e ajuda a construir metas de desenvolvimento da Educação. “Além de examinar o aprendizado e identificar as habilidades dos estudantes da rede estadual, a aplicação da prova do Saeto é uma forma de reflexão e avaliação do trabalho da Educação como um todo para implementar ações e políticas públicas que contribuam para a melhoria do ensino”, pontuou.

Amanhã, dia 22, acontece o segundo dia de avaliação, com provas de Ciências da Natureza e Ciências Humanas e suas Tecnologias para os estudantes do 9º ano do ensino fundamental e anos finais.

Jonas Amaral

Jonas Amaral - RP Nº: 911 - DRT / TO - Diretor Geral e Editor Chefe do Portal do Amaral – E-Mail: [email protected] – Tel. (63) 98471-7540 / 99975-7227 / WhatSapp: (63) 98471-7540

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.