logo

Cidade do TO está sendo governada pelo marido da prefeita, diz MPE

 Promotor quer que Justiça proíba o marido de entrar na prefeitura. Ele já foi prefeito da cidade e foi cassado por falsificar um contracheque.

O Ministério Público Estadual do Tocantins pediu que a Justiça proíba o marido da prefeita de Riachinho, Eurípides Lourenço de Melo, de entrar nos prédios públicos da cidade. O motivo é que, de acordo com a investigação do MPE, ele está ocupando o cargo da esposa, Diva Ribeiro de Melo, que foi eleita no ano passado. Eurípedes já foi prefeito do município e foi cassado em 2011 por falsificar um contracheque.

Segundo o MPE, Eurípedes participou de sessões na Câmara dos Vereadores, defendeu projetos da prefeitura e resolveu questões administrativas com servidores da cidade dentro do gabinete da prefeita. Para o promotor Celsimar Custódio Silva, que conduz o caso, há elementos suficientes para caracterizar improbidade administrativa e usurpação da função pública.Casa das Polpas

A ação da promotoria pede que a prefeita impeça a entrada do marido nas repartições públicas de Riachinho e não nomeie o marido para nenhum cargo da administração pública. Contra Eurípedes também foi criada uma segunda ação na esfera criminal. O documento pede que seja aplicada uma multa de R$ 10 mil para a prefeitura em caso de descumprimento.

A prefeita, Diva Ribeiro de Melo, nega as acusações e diz que as denúncias são fruto de perseguição política.. De acordo com ela, as conversas com servidores sobre questões administrativas foram informais e não em caráter de representante da prefeitura.

Quanto a participação do ex-prefeito na sessão da câmara, ela diz que aconteceu a pedido dos vereadores. “Ele foi convidado pelos próprios vereadores. A meu ver a câmara é uma casa pública, qualquer pessoa pode entrar. Mas ele não foi representando a prefeitura, isso é mentira”, disse ela.

Fonte:
Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.