logo

Artistas do TO em exposição nacional pelo ArteSesc

Os artistas plásticos Cláudio Montanari, Marcos Dutra e Marina Boaventura, todos de Palmas, participarão de uma exposição de circulação nacional pelo projeto ArteSesc neste ano, ainda sem data definida. Os três também participam, junto a mais outros quatro artistas, da exposição coletiva “O Sagrado no Tocantins”, que segue aberta à visitação pública gratuita na Galeria de Artes do Centro de Atividades Sesc, na 502 Norte, até o dia 28 de fevereiro.

Cláudio Montanari vai apresentar a obra “Controle – Tecnologias”, tendo como técnica utilizada a serigrafia sobre papel e caixa de papelão, com medidas 58X80X3cm e que faz parte de uma instalação artística denominada com o mesmo nome de 2010, que circulou no Sesc Amazônia das Artes. “Fiquei muito feliz por sermos selecionados para representar o Tocantins nesta mostra do Confluências que vai percorrer todo o Brasil. Sem dúvida, é muito importante, pois projeta os nossos nomes e obras para todo o país. E também possibilita mostrar que as artes visuais do Tocantins têm força e qualidade”, ressalta Montanari.

De Marina Boaventura, a obra é “Anorexia”, um objeto criado dentro de uma temática atual que trata da relação entre o culto ao corpo idealizado, tão comum ao mundo contemporâneo, e as consequências drásticas provocadas pelos transtornos alimentares marcados por extremos. Um vestido fino e transparente contendo pinturas, bordados e escritas, enquanto a barra revela um banquete em miniaturas de frutas e pimentas. “Ser convidada a fazer parte desta exposição é muito importante para a repercussão do meu trabalho. O Sesc é uma instituição respeitada, que valoriza as diversas formas de arte e procura detectar talentos e tendências em todo o território do Brasil. Fico muito honrada em participar desta exposição”, afirmou a artista.

Já Marcos Dutra apresentará a performance “Entre Eu e o Vazio”, resultado de seu primeiro experimento performático de 1998. Nesse período, ele trabalhou como bailarino, pesquisador e intérpretes das várias linguagens da dança. Nessas experiências ele foi adicionando técnicas de pintura, escultura e instalações artísticas. Em 2013, consolidaram-se as metas e os objetivos com a participação no Convergência – Mostra de Performance Arte do Sesc. “A performance surgiu da necessidade de trazer ao público, um momento de reflexão a respeito dos conceitos interpessoais no âmago de cada indivíduo, incitando questões ligadas ao preconceito sobre diversos assuntos tidos como tabus. Usar a boca, o carvão e a água enfatiza a ideia da obscuridade contida dentro de cada um de nós, pois o preconceito se mescla à essência da alma, sendo expelida de maneira simbólica no trabalho apresentado”, revelou o artista.

Sobre os artistas
Marina Boaventura – Mineira de Rio Paranaíba, reside há vários anos em Palmas (TO). Graduada em Artes Plásticas pela UFU de Uberlândia (MG), com especializações em Filosofia pela Fafipa/Unicamp, de Patos de Minas (MG) e Ensino de Artes Plásticas pela Ufu. Possui no currículo várias exposições individuais e coletivas, e performances em Tocantins, Goiás, Mato Grosso, Maranhão, Piauí, Pará, Santa Catarina, Distrito Federal, Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo e Paris, na França. A mais recente realizada foi a individual “Poiesis3” no Projeto Arte ao Cubo do Centro de Atividades Sesc, em 2016/2017, em Palmas (TO).

Cláudio Montanari – Natural de Alegrete (RS), onde nasceu em 1971, é Bacharel em Desenho e Plástica (UFSM, 1994). Especialista em Design para Estamparia (UFSM, 1996). Tem no currículo dezenas de exposições individuais, a última foi a instalação artística “Rogai por Nós” na Galeria de Artes do Sesc em Palmas (TO), em 2015. Também já participou de várias exposições coletivas, a mais recente foi a Exposição Coletiva “Retratos do Tocantins”, na Galeria de Artes do Sesc em Palmas (TO), em 2014.

Marcos Dutra – Nascido em Pequizeiro (TO), em suas obras busca explorar a arte dentro de suas variações, buscando ser um artista multimídia. Autodidata, dedica-se à arte contemporânea com preferência pelo abstrato e instalações. Seus trabalhos estão espalhados pelo Tocantins e outros estados.

ArteSesc Confluências
O ArteSesc Confluências é um projeto realizado em parceria com o Sesc DN e os Sesc regionais do Pará, Paraíba, Piauí, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins. Um dos seus principais objetivos é a criação de novos circuitos da rede Sesc de Artes Visuais, divulgação de novos talentos nos espaços do Sesc e organização de material sobre a produção de arte brasileira contemporânea, disponibilizando-o em uma plataforma digital para consulta pública. Gratuito, o programa oferece anualmente 20 vagas para cada um dos estados participantes. E é aberto a pessoas que atuem no campo das artes visuais, tais como: artistas, críticos, mediadores, pesquisadores, gestores, entre outros agentes culturais.

A exposição coletiva do Projeto Confluências, do ArteSec, terá sua abertura nesta sexta, dia 16 de dezembro, às 19h na Galeria Sesc de Artes no Centro de Atividades do Sesc Palmas (502 Norte). A classificação é livre e a entrada é gratuita.

Serviço
ArteSesc Confluências – Artistas do TO em exposição nacional
Data: a definir
Informações: (063) 3212-9922

Fonte:
Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.