logo

Alunos cultivam horta e reforçam a merenda de cinco escolas em Palmas

Estudantes da zona rural de Palmas montaram uma horta na Escola Municipal Aprígio Thomas de Matos e o projeto deu tão certo que as verduras abastecem a cozinha de mais cinco escolas da capital. Cerca de 330 pessoas participam do programa.Estudantes da zona rural de Palmas montaram uma horta na Escola Municipal Aprígio Thomas de Matos e o projeto deu tão certo que as verduras abastecem a cozinha de mais cinco escolas da capital. Cerca de 330 pessoas participam do programa.

horta_2No local, elas colhem abóbora, mamão, milho, alface, cebolinha, couve, banana, mandioca, quiabo, cenoura, beterraba, almeirão, chicória, salsa, coentro, pimenta e feijão. A lista do que é plantado é longa. Os cuidados dos alunos fizeram a diferença e a produtividade ultrapassou a média do que é consumido na escola. O excedente é distribuído entre os cinco centros de educação infantil de Palmas.

Um dos responsáveis por tornar esse projeto realidade foi o auxiliar de serviços gerais Raimundo Nazário da Costa. É ele quem comanda a criançada na sala de aula ao ar livre. E embora nunca tenha frequentado a faculdade, tem muito conhecimento para dividir com os estudantes. “Toda vida fui criado na roça. Em casa nós tínhamos nossa hortinha. Temos aquele dom e prazer”, disse ele.

Cada aluno vai ao local pelo menos duas vezes por semana. A horta teve influência direta na alimentação dos alunos. Como a escola é de tempo integral, eles fazem quatro refeições por dia.

Sem sz“Colocaram a horta e a comida ficou mais balanceada, melhor do que comida que você compra, que tem agrotóxico”, argumenta o estudante Lucas Milhomem, de 12 anos.

O coordenador das escolas do campo em Palmas, Washington Martins também é estudante de agronomia, e fica orgulhoso com o capricho das crianças. “A gente incentivando os alunos a estudar a disciplina, a vivência do campo, a importância da produção e alimentação correta, tudo enriquece o aprendizado do aluno”.

Fonte:
Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.